HOME
O TEKOA
• Selos de Qualidade
• Sara Pain e o Tekoa
• Visca e o Tekoa
• Epistema e o Tekoa
A EQUIPE
AGENDA
ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO
• Atendimento Social
FORMAÇÃO
• Outros
EVENTOS
• Saraus
TEKOA EM VÍDEO
PESQUISAS
MATERIAL ESPECIALIZADO
PSICOPEDAGOGIA COMUNITÁRIA
• Pense nisso
PARCEIROS
CONTATOS



Associe-se à













EVENTOS

Saraus

Aconteceu dia 08/10/16

Sarau VII de produções poéticas


Tema: "Arte: espaço suspenso, sagrado e à margem. O Bem, o Bom e o Belo”

PRECISA-SE DE POETAS

Como de costume  o núcleo cultural do Tekoa encarregou-se  da realização do evento.

Abrimos a noite com o sofisticado som  de jazz e bossa nova de Arthur Cabral (no saxofone), Ronaldo Diamante (no baixo ) e Rodrigo Guimaraes (na guitarra). Tivemos apresentações poético-dramáticas  como “Dança e interatividade”: coreografia e apresentação de Ana Cecilia Guimarães e Manuela Guimarães- a Manu-, nos proporcionando um belo e comovente espetáculo onde a relação mãe e filha evidencia mútuo afeto e conhecimento que conduz a movimentos que  se apoiam uma na outra  sem confundir-se, cada uma com sua dança, dançando a dança das duas, a mesma e  diferente..... Também assistimos a tocante e expressiva  leitura performática “Carta para Bambina” produzida pela nossa queridíssima Heloisa Padilha.

 A Noite foi regada por poesias (enviadas em anexo), lidas pelos participantes (Cecilia Castro, Flávia Santoro,  Disraeli Figueiredo,  Malu Leão,....)  em poesias autorais e evocações de  Baudelaire,  Drummond, Ferreira Gular... e a onipresença de Manuel de Barros. Dessa vez, tivemos a oportunidade, cada vez mais rara, de assistir a muitas  declamações (de Paulinho, Dauá Puri, Bel Ribeiro, Laura... ). Sarau- soirée que trouxe a sensação de que a Belle Époque (final de século XIX e início de séculos XX) pode ser aqui.

Em figurativo, contemplamos a belíssima Luz da pintura meticulosamente preparada pela alquimia da  técnica clássica das “ Beaux Arts “ de Claude Ganiage, contrapondo, em seus Jardins Botânicos, nenúfares e cactos. Na sessão de retratos, iluminando os tempos e o povo de Valença- RJ, em suas tradições, as telas do artista nos fez reviver personagens da história colonial do Brasil e das Folias de Reis.

Pudemos apreciar os “Desenquadres”: as novas obras de Marcelo Matias, artista de muitas facetas plásticas e musicais, inquieto e poeticamente inquietante, dessa vez  trazendo a madeira para sua pintura em  quadros-caixas-iluminados.  Ao fundo, sua nova produção musical em versão instrumental e de cantos. 

Em objetos tivemos a escultura de ceramista Sylvia Goyanna rendendo sua homenagem a dança com sua belíssima” “Loïe Fuller!”.  

Luca Leão em fase de  reminiscências,  produziu  “Quebrando pedras e sobrevivência. O retorno ao barro”, mostrando  uma escultura em barro ilustrativa de seu conto feito aos 17 anos (em anexo):  história de árvores, raízes e rompimentos de transformações.  A escultura parecia muito à vontade em meio aos botânicos dos jardins de Claude.

Como a arte é coisa séria,  nesse sarau tivemos o orgulho e a honra de expor peças das artes plásticas de crianças:
Tivemos “ A sereia” e “ Os retirantes”, impressionantes e  expressivas  esculturas pintadas em papel confeccionadas pelos artistas da Educação Infantil da escola Sá Pereira.
“Alegria”: pintura em acrílico de  Pedro Jardim, mostrando duas fases da sua  pictórica arte cujas cores e força de expressão nos seduzem ao primeiro olhar.
Ainda  pudemos admirar os  lindíssimos, compridos e  detalhados desenhos de João de Lamare:  “Edifícios e Bichos”. Que imaginação e vontade de desenhar !
Obrigada crianças. Uma  delícia poder entrar em contato com essa arte genuína! 

Como produção gastronômica tivemos as delícias argentinas salgadas e doces da “Taberna da Laura” (Empanadas e Cia) que além de oferecer quitutes nos proporcionou a dramaticidade “cordobesa”, declamando e cantado, para o deleite dos participantes. Sem deixar pra menos, trouxe um livro de sua autoria traduzindo para o castelhano o dialeto cordobes. Uau!

Na decoração, tivemos a delicadeza dos orgânicos: Paus, flores, folhas. Caídos e colhidos em coletividade. Buscados em andanças pelas ladeiras do Humaitá e em terras da roça valenciana, entes naturais dando força e delicadeza em diálogos com as obras (Luca Leão). Acabado sarau, foi só jogar no lixo sem dó! Isso é que é sustentabilidade e poder  se sentir um pouco índio depois da festa!

Joseph Morgan, generosamente trouxe seus deliciosos vinhos dando tom dionisíaco à folia, que  foi se apagando com  brindes de champanhe oferecidos pela casa.

Tim, tim!

Tudo de bom!

Que bom, que belo!

Oxalá, até a próxima!


 

Veja aqui todas as fotos no nosso Facebook...
Veja aqui o vídeo...
Veja o convite do evento...

TEKOA EM VÍDEO





Aconteceu dia 10/11/16
VII Sarau de produções poéticas



Aconteceu dia 20/09/14
VI Sarau de produções poéticas



Aconteceu dia 16/04/11
V Sarau de produções poéticas



Aconteceu dias 13 e 14/05/11
Abertura e Jornada 1 dos eventos comemorativos dos 15 anos do Tekoa.



Aconteceu dia 07/01/11
Roda de Conversa VIII: Casa de Dona Marina
Roda de narrativa com Sr. Carlinhos.



Aconteceu dia 06/01/11
Roda de Conversa VII: 40º Encontro de Folia de Reis de Valença, RJ.



Aconteceu dia 12/12/10
Roda de Conversa VI: Conversa com Sr. Devanir
Conhecimentos abordados: ervas medicinais, medicina alternativa e curandeirismo.



Aconteceu dia 11/12/10
Roda de Conversa V: Casa de Dona Marina.



Aconteceu dia 23/10/10
Projeto “Circulando Memória” - “Roda de Conversa IV”



Aconteceu dia 15/05/10
IV Sarau de produçôes poéticas


Veja outros vídeos



TEKOA - Centro de Estudos da Aprendizagem